BlogBlogs.Com.Br

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Vida Acelerada.


“Ritmo! Ritmo de festa!” Já dizia Silvio Santos! Hehehe
Entretanto o comentário que desejo compartilhar com vocês,infelizmente não se refere ao “desta festa” no qual o apresentador menciona,identifico como um ritmo pessoal que todos nós temos.Um ritmo que nos mede e nos remete as nossas tarefas cotidianas,como por exemplo:Você está guiando seu carro e o sinal fecha,tudo bem você para,no momento em que o sinal abre,se por acaso demoras alguns segundos(veja bem segundos),para colocar seu carro em movimento,o que acontece? É isso mesmo que você pensou! O carro de trás lhe oferece uma sinfonia de buzinadas atrás de você, isso quando não lhe ofende! É meu caro, vai ver que o motorista, ou a motorista, que venha dirigindo atrás de você, nem seja uma má pessoa, o que merece levar-se em consideração é o fato desta pessoa está em um ritmo diferente do seu, tudo bem, podemos também fazer algumas considerações, por exemplo, o motorista de trás pode ser que esteja realmente atrasado e com isso deseja acelerar mais ainda o trânsito caótico e confuso ou não! Simplesmente é seu o ritmo pessoal.
Vivemos em um contexto capitalista que condicionou uma cultura própria que com seus hábitos acelerados nos deixa mais rápidos e insensíveis, com isso mais vulnerável a doenças. Hoje fazemos tudo muito rápido, comemos rápido e deixamos de saborear maravilhosamente o sabor de uma comida bem preparada, andamos rápido, falamos rápido, dentre outras coisas, isso deve ao fato do nosso sistema capitalista e globalizado que em contexto conjuntural, objetiva-se ao modo de produção agilizado e com rapidez nos processos para atender o número maior de demanda, ou seja, temos somos influenciados totalmente pelo contexto.
O stress que por muitos especialistas identificam como a doença do século XXI, é causado exatamente por esse ritmo, que entre outras doenças pode sim causar um grande deterioração na saúde do indivíduo a curto e longo prazo como é o caso das pessoas hipertensas e outro males.
Não quero ter aqui um discurso anticapitalista inspirado em grandes mentores do socialismo com Karl Marx ou Che Guevara que na prática conseguiu alguns feitos, desejo repensar as nossas atitudes que tanto nos empurram para a desumanição das relações sendo cada vez mais egoístas e frias como as cidades, onde gentileza e simplicidade são artigos de luxo na atualidade.
Temos sim como viver em mundo capitalista e ser a diferença, transmitir a paz e ajudar um pouco a desacelerar esse ritmo absurdo,e frenético buscando sempre a paz interior e um nível de espiritualidade acentuada .Em sabermos e termos consciência disso ,já e um grande avanço,agora é só arregaçar as mangas e disseminarmos a idéia!
Então pessoal vamos um pouco mais devagar pois o processo é Lento.
"Maus hábitos são como uma cama confortável: fácil de se deitar nela, mas difícil de sair."
Autor desconhecido

Fiquem na paz!

1 comentários francos:

Juliano Sanches 5 de fevereiro de 2009 08:58  

Olá Franco tudo bem.

Gostei do texto. Seus comentários reforçam o debate sobre uma questão muito presente nos tempos atuais: As pessoas buscam mais o ter do que o ser, e isso gera uma porção de consequências.
Todos nós temos vários lados. Temos as nossas sombras, as nossas luzes. Mas, algo é certo na vida: Não conseguimos cortar definitivamente as sombras ou as luzes. É preciso aceitá-las, ou seja, conviver com as vantagens e desvantagens de ser o que é, de fazer o que faz e de estar onde está.
Nessa semana, eu falei dos garis no blog. Aqueles que passam pelas pessoas como homens anônimos. Você falou sobre gentileza, e é o que menos recebem das pessoas. Eles precisam ter um equilíbrio emocional muito elevado, pois, para a maior parte da população, eles não existem. O meu objetivo foi falar do trabalho braçal dos coletores de lixo. Eu acompanhei alguns coletores e aprendi muito com eles. Fiz algumas fotos. São pessoas ótimas, conhecedoras, como ninguém, das ruas das cidades.

Dê uma olhada, quando puder.

http://casadojulianosanches.blogspot.com/

Postar um comentário

Respondo os comentários por aqui mesmo.


.SEja Franco e não se reprima! Opine já!

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR